Diretrizes de Atuação

A ABGC dirige suas ações com o objetivo de divulgar e estimular o potencial da cultura como fator de desenvolvimento socioeconômico regional nos setores produtivos afins, como instrumento ativador da qualidade de vida e da geração de empregos e mercados para os conteúdos e produtos artísticos. Sua diretriz principal é colaborar com a dinamização do mercado de trabalho e da sistematização das profissões que suportam as referidas áreas, na tentativa de contribuir para a melhoria da qualidade e disseminação de conteúdos e serviços artísticos e culturais em geral, além de direcionar atenção especial à formação de públicos e à ampliação de acessos aos bens culturais às camadas mais extensas da população.

Orientada para atuar na perspectiva do desenvolvimento sustentável, a ABGC almeja colaborar com a dinamização de cadeias produtivas setoriais nas áreas socioculturais, no que tange ao conhecimento e à informação, aos suportes negociais e à gestão da qualidade, por meio de interfaces programáticas que atendam perfis institucionais específicos, mediante parcerias e convênios com universidades, instituições e empresas.

Por conta da atuação acadêmica da ABGC, pelos cursos que promove anualmente, formamos dezenas de profissionais aptos e preparados para atuar no universo dos setores culturais públicos e privados junto ao mercado cultural. Portanto, é de fundamental importância que a ABGC atue de maneira complementar, com ações continuadas, na inserção desses profissionais no mercado de trabalho. Para tal, a promoção e divulgação dessas profissões e dos profissionais que as representam é essencial para que o ciclo da cadeia de profissionalização se cumpra efetivamente e para que se consiga atingir o objetivo de inserção social por meio das atividades culturais. A promoção das profissões do produtor e do gestor cultural e suas derivações junto aos órgãos e entidades empregadoras e patrocinadores – instituições públicas e privadas atuantes em atividades culturais – é uma tônica e tem o intuito de aculturar a sociedade em geral quanto à relevância das referidas profissões nos processos de crescimento dos índices de desenvolvimento humano (IDH).

O plano de ação da ABGC busca contribuir para a dinamização de quatro segmentos identificados como "elos" do que chamamos de Cadeia de Profissionalização dos Setores Culturais: